×

Concretos para Obras Civis

Concreto Convencional

Geralmente é utilizado em obras mais comuns (dia-a-dia), onde a aplicação não depende do equipamento bomba para o transporte do concreto do caminhão betoneira até o ponto de aplicação no interior da obra. Por apresentar menor trabalhabilidade é necessário equipamento de grande energia de vibração, para que a peça estrutural venha a atender as exigências técnicas de projeto.

Concreto Bombeado

Possui a mesma base do concreto convencional, porém com dosagem ajustada para ser bombeado do local de estacionamento do caminhão-betoneira até o local de concretagem.

O serviço de bombeamento caracteriza-se por uma maior rapidez no procedimento de concretagem, diminuição do custo com a mão de obra, e menor desperdício de material.

Ambos apresentam excelente custo-benefício e versatilidade, podendo ser aplicados em diversos tipos de obras como as industriais, de grande verticalidade, em peças pré-moldadas entre outras que possuam necessidades especiais de lançamento.

Concreto de Alto Desempenho (CAD)

Possui elevada tecnologia conferindo a este tipo de concreto características especiais, tanto no estado plástico como no endurecido.

Geralmente é especificado por projetistas quando buscam soluções inovadoras, ambientalmente corretas, de alto desempenho e entre outras. Sua dosagem requer tecnologia e recursos técnicos especiais, materiais e mão de obra especializada.

Concreto Auto Adensável (CAA)

Relacionado a uma categoria de concretos que possuem características especiais de adensamento, não é necessário qualquer tipo de equipamento de vibração, pois seu adensamento é realizado com o próprio peso.

Importante: é necessário que as formas sejam estanques e bem executadas, pois com essa tecnologia, o concreto apresenta maior fluidez e estabilidade. Caso contrário, poderá ocorrer fuga de material entre os espaços deixados.

Concreto Autonivelante

Utilizado em especificações que requerem maior durabilidade e que apresentem fácil aplicação, pois dispensa parcial ou total o uso de equipamentos de vibração, tanto superficial como de imersão.

Este tipo de concreto apresenta especificações especiais de acordo com as Normas Brasileiras (NBRs) tais como resistência, fluidez e teores de materiais diferenciados, os quais conferem ao concreto grande produtividade em sua aplicação, conferindo excelente nivelamento e acabamento superficial.

Concretos para Pavimentos

Concretos para Pavimentos

Possui como principal requisito a resistência à tração na flexão e ao desgaste superficial.

Sua composição apresenta dosagens com agregados especiais, cimentos e aditivos, que auxilia no processo de lançamento. Suas aplicações podem ser as mais diversas, como, pátios de cargas, áreas com grandes movimentações de veículos, aeroportos, depósitos de cargas (CD – Centros de Distribuição), vias públicas, entre muitos outros, desde que possuam projetos com especificações conforme as Normas Brasileiras (NBRs).

Concreto Rolado (CCR) ou Concreto Compactado a Rolo

Caracteriza-se por ser praticamente seco, com trabalhabilidade e consistência adequadas a um processo de vibro compactação. É utilizado como base ou sub-base para outros tipos de concretos ou pavimentos que possam vir sobre ele, pois confere ao local suporte adequado dentro das especificações técnicas.

Possui ainda baixo consumo d´água, conferindo ao concreto um aspecto de “farofa”, possibilitando uma excelente compactação quando empregados os equipamentos corretos em sua execução.

Concreto com Adição de Fibras

Solicitados quando há necessidade de um pavimento que suporte cargas pesadas, como pisos industriais ou lajes de obras especiais, esse concreto possui fibras em sua composição, que fazem o papel de dissipadoras de tensões, minimizando os efeitos de fissuração e retração volumétrica, além de vantagens como maior durabilidade, resistência a retração superficial e melhor monolitismo.

Concreto para Infraestrutura

Concreto Projetado

Com dosagem especial, esse tipo de concreto é utilizado para revestimentos de túneis, taludes, paredes de canais, contenções de encostas, tetos com desplacamento de rochas ou outras partes.

Este tipo de concreto pode ser utilizado em equipamentos de projeção que podem realizar as projeções por via úmida ou via seca, com especificações diferentes entre si e para cada equipamento de projeção.

Concreto Leve Estrutural

Com elevada capacidade de isolamento térmico e acústico, sua aplicação destina-se ao cumprimento de exigências específicas ou utilização em obras civis especiais, como regularização de superfícies, envelopamento de tubulações e entre outras.

Os concretos leves estruturais possuem uma grande redução de seu peso estrutural mantendo as características de resistência à compressão.

Concreto para a Indústria

Concreto Celular

Pertencente a um grupo de concretos especiais, denominado de “concretos leves”, diferencia-se por ser obtido através do uso de adição de um tipo especial de espuma para concreto.

Versátil, pode ser aplicado em diversos locais, tais como nivelamento de pisos, paredes divisórias, peças estruturais e painéis pré-fabricados e enchimento para lajes que necessitam de aumento de espessura sem comprometer a carga do projeto original.

Se diferencia por proporcionar conforto acústico e térmico.

Concreto Resfriado

Destinado a aplicação em projetos que necessitam atender condições especificas como concepção estrutural de grandes volumes e procedimentos de concretagem diferenciados.

Possuem baixo calor de hidratação, possibilitando a peça estrutural uma condição de inibição da retração térmica, sendo utilizados em peças de grandes volumes, como blocos de fundação, paredes muito espessas, lajes com dimensionamentos especiais, peças com monitoramento do comportamento térmico, etc.

Pode ser elaborado com adição de gelo em escamas, triturado ou outra forma de moagem, e também pelo uso da injeção de nitrogênio líquido.

Concretos Especiais

Concreto Pesado

Obtido por meio da utilização de agregados densos, por exemplo a Barita, Magnetita e Hematita, esse tipo de concreto pode ser aplicado como contra peso em gasodutos, câmaras de radiologia de hospitais e usinas nucleares, tendo como vantagem a capacidade de atuar como isolante radioativo.

Sua dosagem deve possuir uma composição que proporcione uma massa de concreto superior a 2.800 kg/m³, oferecendo à mistura características reológicas e mecânicas, de durabilidade e capacidade de proteção contra radiações.

Concreto de Alta Resistência Inicial

Bastante difundido na indústria de pré-moldados, este concreto possibilita um tempo de desforma bastante reduzido, conferindo melhor adaptação às obras que necessitem de velocidade de execução.

Seu diferencial é a utilização do cimento CP-V que tem como principal característica a possibilidade de desenforme rápido, pois atinge grandes resistências em poucos dias ou até mesmo em poucas horas, conforme as necessidades de projeto.

Concreto RS (Resistente a Sulfatos)

O concreto RS tem como característica ser resistente aos meios agressivos contendo sulfatos, como águas servidas industriais, redes de esgoto e aguas servidas oriundas de diversas fontes, e até mesmo em contato com solos que possam vir a agredi-lo.

Pode-se dosar em central dosadora, porém para a realização deste tipo de dosagem é imprescindível o uso de cimentos que possuam características técnicas que o habilite para tal.